Jornada


A vida,
tão tênue naquele corpo tão magro,
achou por bem escalar o escarpado
das costelas mal escondidas
sob pele fina.

No topo,
íngreme e seco,
esperou.

Um sopro, e voou.

22 comentários:

  1. Tomara soubesses, poetisa, que expressas preces poetizas.
    GK

    ResponderExcluir
  2. Mexi um pouquinho e postei hoje no meu blog. Dá uma olhada. É pra vc!
    GK

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, não acredito...! Nem sei como te agradecer, Gugu! Se antes já estava lindo, agora está belíssimo e adorei o fato de que foi para mim! Muito obrigada mesmo, poeta :)

      Excluir
  3. "O quanto o responsabiliza / o poeta um pouco acusa / o ser também poetisa / a hoje sua musa."
    (sei que essa foi fraquinha... se quiser pode apagar... era só para marcar o momento...)
    Mas quero aproveitar para comentar outra coisa... Fiquei muito feliz por ter inventado uma coisa que achei que funcionou legal... É que, como vc já deve ter percebido, eu gosto de escrever versos que têm uma métrica, uma musicalidade, sem os dispor em diferentes linhas. Via de regra, a pontuação ajuda a marcar o ritmo. Neste que fiz para vc, contudo, não estava acontecendo e não cabiam, cri, mais vírgulas ou pontos, de modo que tive a idéia de usar a barra para marcar o ritmo. Achei que ficou interessante(fiz de novo nesta brincadeira aqui acima)... O que vc acha?
    Obrigado por tudo! Bjs!
    GK

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que apagar, o quê! Ficou linda também!

      Achei que a ideia foi ótima e funcionou muito bem; as barras cumpriram seu papel, houve sucesso com a musicalidade :)

      Acabei de divulgar o "She Writes" em minha página:
      https://goo.gl/TeWvCZ

      (Dei-me a liberdade de divulgá-lo no Instagram também.)

      Obrigada, mais uma vez!

      Excluir
  4. Composição simplesmente encantadora.

    ResponderExcluir
  5. Que lindo, Larissa!
    Obrigada por visitar e comentar lá no blog, assim pude conhecer o seu também. :)

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  6. Você brinca com as palavras numa maestria que chega sempre a ser grande demais. Eu diria até sublime. Só... Parabéns por tudo isso ♥

    Com carinho,
    Conto Paulistano.

    ResponderExcluir
  7. ahh que delicado, tava com uma saudade do seu blog!!!!! amo muito aqui. beijos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ótimo saber isso, Estephanie... Ótimo te ver por aqui! Obrigada!

      Beijos <3

      Excluir
  8. Escritos assim deixam meu coração mexido <3. Eu amo seu jeito de escrever.

    Com amor,
    Bruna Morgan

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigadíssima, Bruna <3

      p.s: sua página no Facebook... Ela é maravilhosa! Amando suas ilustras.

      Excluir
  9. Me tocou, sei lá, senti "negócios" ao ler. haha'

    Adorei.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Senti negócios", nossa, eu adorei isso, hahaha <3

      Beijos, Isa!

      Excluir
  10. Como grande admirador que sou, só lhe digo: obrigado! ♥

    ACESSO PERMITIDO. ♥
    www.acessopermitido.com

    ResponderExcluir
  11. Adoro a magia das suas palavras.Elas tem esse efeito de tocar a nossa alma.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por me dizer isso ♥

      Abraços e uma tarde linda para você!

      Excluir