Traição


Há algo na porta
Que entra, me toma e me abraça
Sempre que meus receios superam meu cansaço:
Insônia
Insaciável!
Ama a noite e ama os fracos
Sorri-me nas sombras
Sussurra-me um zilhão de segredos
Que só me afastam ainda mais da paz
Faz com que as horas se estendam infinitamente no psicológico
E rapidamente no relógio
Insana!
Sorri-me no escuro
Assegura-se de que eu nem sequer pisque
E viro para um lado e viro para o outro
Na cama que ferve e gira
E suo, e sofro e sonho sonhos que não são sonhos
Até que, cinco e cinco da manhã,
Insônia não mais insista
Sai, cedendo-me ao sono
(Meu frágil e traído dono)

8 comentários:

  1. Ninguém trai, a não ser a si mesmo.
    GK

    ResponderExcluir
  2. Basicamente eu tentando dormir depois de assistir um trailer de terror sem querer - mas, no meu caso, não consegui dormir no final não, meu medo é fiel de mais pra me abandonar XD

    ResponderExcluir
  3. E caminha para a varanda, senta e aguarda até que bata cinco e meia.

    Admira o pôr-do-sol e talvez valha a pena.

    ResponderExcluir
  4. Sozinho, reflito no frio silencioso de meu quarto sem luzes.
    Busco encontrar meu tempo e, sem sono, me perco a buscar o tempo passado,
    mas, é o tempo que me encontra entre os lençóis, perdido!
    "Todo dia a insônia me convence que o céu Faz tudo ficar infinito quando perco o sono"

    Lindo poema... Como sempre esta a nos surpreender com suas deliciosas palavras de poetiza... bj de carinho... Obrigado por fazer parte do meu espaço com seus belos comentários.
    Se desejar conferir ja tenho novidades por lá.

    ResponderExcluir
  5. Incrível. Descreveu as minhas noites.
    Muito belo!
    http://viagem-a-terra-do-nunca.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Isso é tão intimo de quem pensa, que parece tu tira alguma coisa de nós. Por enquanto isso não tem antídoto, sentir a vida é uma marca (cruz).além de necessidade. Mas a boa noticia é que tuas imagens,essas lá em cima, são espetaculares, puramente arte.É sério, são delicadamente lindas.

    ResponderExcluir
  7. Nossa! Incrível a ideia que o texto traz...muito inspirador! Gostei muito de seu blog!
    Beijos,

    http://milimetrosegundo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Li, reli, para mim e para quem estivesse ao meu alcance. Uma pausa. Preciso bater palmas.
    Nem saem palavras para descrever essa poesia, a não ser por umas exibidas (palavras) que fazem questão de aparecer pra relatar o quanto me identifiquei... Ah, maldita insônia!

    ResponderExcluir