Dos sonhos nascem impérios


— Ei, você ainda tá acordado? "Uh-hum". Espero que "Uh-hum" signifique que sim. Viu, eu tava pensando... Talvez eu cultive uma horta e um pomar no grande quintal da nossa pequena casa. (Nossa casa...! Já pensou?) Sabe, não precisaremos de muito. Doaremos o excesso. No pote de doce de leite acima da geladeira, vão ficar nossas economias: “Viagens e pão”. Ah, meu amor, eu quero viver de Literatura... E você... sei lá, vai fazer o que gosta também. A gente se vira. Seremos felizes, você vai ver... E, se tivermos vizinhos, que pensem o que quiserem. Que zombem da nossa suposta falta de perspectiva e ambição, não ligo. Não precisaremos fazer parte do jogo. Sabe, ostentar, competir, manter status e aparências, brincar de "sociedade perfeita". Eu vou estar mais preocupada com o legado que vou deixar para o mundo. Vou estar mais preocupada com a possibilidade de um filho ou dois (ou três). Ah, claro: vou estar mais preocupada com a administração do nosso império: uma casa pequena, um quintal grande com uma horta e um pomar... "Uh-hum"? Tudo o que você me diz é "Uh-hum"???

2 comentários:

  1. Lari sua linda
    a simplicidade das suas palavras sempre ne encantou.
    Texto perfeito!
    emocionante
    bju

    http://karinapinheiro.com.br/mulheres-parem-de-acreditar-em-principes-encantados-o-lobo-mau-e-melhor-acredite/

    ResponderExcluir
  2. Seus textos são tão gostosos de ler, adoraria ter eles em um livro de bolso para levar para qualquer lugar. ♥♥

    ResponderExcluir