Trechos e frases

"Não sei se a essa altura somos realmente humanos, aqueles de nós que são como a maioria de nós, que cresceram com TV, filmes e agora internet. Quando somos traídos, sabemos quais palavras dizer; quando um ente querido morre, sabemos quais palavras dizer. Quando queremos bancar o fodão, o espertinho ou o idiota, sabemos quais palavras dizer. Todos trabalhamos a partir do mesmo roteiro gasto." 
[Garota Exemplar, Gillian Flynn]

9 comentários:

  1. Garota exemplar ♥♥♥ Eu lembro que marquei essa página, acho que foi a 86, haha.
    Twee - http://ameliatwee.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Estou querendo muito comprar esse livro Lari. Já assistiu ao filme? Se não, eu recomendo muito, apesar de eu não ter lido o livro, o filme é excelente e dizem que é bem fiel ao livro.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assisti ao filme no dia seguinte ao que terminei a leitura, hehe! Mas acredita que não curti muito a adaptação para cinema de "Garota Exemplar"? Quer dizer, admito que ela foi MUITO fiel ao livro (afinal o roteiro foi assinado pela autora), mas achei que as duas horas e meia do longa se arrastaram de forma quase que desanimada, se comparadas às quatrocentas e poucas páginas que a gente vira sem parar na leitura...

      Excluir
  3. Oi Lari, estou louca para ler esse livro e ver o filme, não vejo a hora e esse trecho é magnifico, aumentou minha curiosidade.
    Beijos, Ariane
    www.diariodostreze.blogspot.com <<

    ResponderExcluir
  4. Eu já havia lido algo sobre o livro e sobre o filme que foi lançado a pouco tempo, mas nem cheguei a me interessar, tanto que na minha listinha de livros do final do ano ele nem estava incluido, mas Larissa D: estou desejando ele com todas as minhas forças, por que eu achei que fosse apenas "mais um" porém, depois desse trecho que toca profundamente, cara, sem palavras... O livro parece ser realmente muito bom! Quanto ao filme vc já teve a oportunidade de assistir? É bom como o livro?
    Beijos <3

    www.pumpcolor.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tive oportunidade sim, mas... preferi o livro. Geralmente prefiro o livro. Porque os autores costumam caprichar muito nos detalhes e nas explicações do que escrevem, e os filmes de adaptações, por terem um certo limite de tempo, não conseguem nos passar tudo isso com muita precisão. Além do mais, como eu comentei com o Vitor: achei o filme meio desanimado... Sei lá, parece que não seguiu o mesmo "ritmo" extasiante da leitura

      Excluir
  5. Nunca tinha lido tal referência nem visto o filme, que só descobri que existia a partir dos comentários acima. kkkkk, mas gostei e devo concordar. Sempre digo que não conhecemos nossa verdadeira essência porque tudo o que vemos, desde que nascemos, é um mundo moldado pela sociedade e nada mais.

    http://acessopermitidoblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Boa tarde Lari.. e todos hj acham que estão como se diz por cima da carne seca.. ng é mais do que ng.. todos temos de aprender a sermos nós mesmos e nos silenciarmos diante desta tecnologia .. dos facebooks da vida.. dessas frescuras que vão cair assim como a internet.. e não vai longe.. tá deprimente..
    tenha um lindo dia bjs

    ResponderExcluir
  7. Gostei...
    To seguindo
    sorriso4met4lico.blogspot.com

    ResponderExcluir