O que me prende a você


A intensidade do meu amor varia com a inconstância dos meus humores e com o desfecho dos nossos encontros. Qualquer sinal daquelas paixões avassaladoras de que tanto me falam não dura mais do que poucos segundos — segundos estes em que se concentram meus desejos mais ávidos —, para em seguida se esvaírem como meras ilusões. Então eu caio de novo num sentimento meio morno, meio letárgico, perguntando-me o que me prende a você...

E descubro ser justamente isto: a dúvida.

(É a dúvida que me prende a você.)

9 comentários:

  1. Olá, xará como vai?
    Eu realmente não tenho muito o que falar sobre seu texto, está incrível!
    Você escreve muito, muito bem.
    Beijos!
    Alguns Rabiscos

    ResponderExcluir
  2. Meu Deus, é exatamente isso! É a incerteza, a dúvida, a confusão. Tudo isso, é o que une.
    Eu realmente amo seus textos ♥

    versariante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde Lari..
    eis o ponto chave..
    paixões são assim.. mexem muito em nós mas se dissipam como o vento..
    amor vai se formando aos poucos.. e não pode haver a tal dúvida.. se tem ela a atração diminui e tudo se esvai...
    bjs e lindo dia

    ResponderExcluir
  4. Eu sei... ou nao?
    Com a palavra um indeciso.

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pelo texto e pelo blog, está lindo. Você tem um dom para a escrita :)

    Twee - www.ameliatwee.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Acho incrível o modo como você consegue usar as palavras de modo tão belo, mesmo em um texto de sete linhas você consegue dizer tantas coisas ♥ O blog tá lindo, esse layout é tão, sei lá, aconchegante hehe

    ResponderExcluir
  7. Esse texto se encaixava perfeitamente à situação que passei... ano passado (?), mas também me faz pensar em uma introdução a um amor platônico.
    Sei lá, talvez esteja somente pensando de mais e imaginando coisas XD

    ResponderExcluir
  8. Cruel e voraz dúvida, indiferente ao tempo. É necessário ter coragem para dissolver a dúvida, antes que ela se torne parte indissociável da nossa vida. Digo por experiência própria Lari, um inerte irresoluto. Explore esses segundos cálidos, nos quais tudo vale a pena
    Poucas palavras, porém complexas e reflexivas. No meu caso, a dúvida me prende ao passado.

    ResponderExcluir
  9. Dúvida, mistério, confusão... enquanto fica assim nesse estado indefinido, fica tudo mais interessante, pelo menos pra mim, hehege. Adorei o texto^^

    horadochoco.blogspot.com

    ResponderExcluir