Ser, estar, amar

Vou andando pela rua
Com minh'alma que flutua
Sobre mim e sob a lua
Com a leveza do meu ser

Meu desejo não recua
Da verdade tola e crua:
Oh, sonho, quero ser sua!
Sem meu ser deixar de ser

7 comentários:

  1. Belíssimo!
    Beijinhos,
    http://sen-do-escritora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Bom dia querida Lari.. e qual alma não flutua quando envolve pensamentos de amor.. o querer estar com alguém.. tudo é mágico...
    contei as rimas da tua poesia..
    a maioria delas esta em redondilha maior, 7 sílabas cada linha.. umas porém estão com 8..
    claro, se desejar e tiver interesse, cuide desta questão, além de embelezar mais e deixar mais sonoro e maravilhoso ler..
    beijos e até semrpe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradeço pela dica (e sei que é valiosa, porque você escreve poesias encantadoras seguindo os recursos de métrica), mas em geral, quando vou poetizar o que vivo e sinto, opto pelos versos livres: são meus "Versos ao vento"...

      Excluir
    2. perfeitamente Lari..sempre deixa a alma transbordar.. eu sofro por não conseguir ser livre assim.. me cobro muito esta questão da métrica.. até hj depois das mais de mil paginas de versos em word eu não lembro de ter conseguido fazer um do jeito que fazes..
      uma amiga até disse meses atrás que queria me ver com uma poesia de versos brancos.. acho que vou ficar devendo ainda por um bom tempo...
      mesmo assim vou mandar um arquivo no teu email sobre métricas.. se quiser conferir.. foi com este arquivo que fiz tudo até hj.. uma linda tarde a vc

      Excluir
  3. Eu sou um amante de pessoas que possuem essa sublime capacidade de criar versões tão lindos dessa maneira! Parabéns! o/ Te indiquei numa tag lá no Acesso Permitido, confere lá!

    Página "Tags e Memes" do Acesso Permitido:
    http://acessopermitidoblog.blogspot.com.br/p/presente.html

    ResponderExcluir
  4. Sempre admirei o seu incrível talento para poesias, rimas e versos que, mesmo pequenos, são capazes de descreverem muitas cenas diferentes... "Ser, estar, amar" foi outra poesia, entre tantas outras, em que você, mais uma vez, arrasou. Beijos, Light As The Breeze

    ResponderExcluir
  5. Tu percebe que não ama quando você pensa sobre isso e mais sente um soco no estômago do que a sensação de flutuar ):

    E com esses versos lindos, lidos enquanto Ed Sheeran toca dá vontade de chorar ;^;

    ResponderExcluir