Inconveniente animador de missas


Os sinos tocam e as coristas cantam
Às dezoito horas de um domingo frio
O sacerdote entra com dois coroinhas
E um velho bêbado vai seguindo o trio

A igreja cheia de fiéis assíduos
Meio embaraçados com a situação
Pois enquanto entoam o hino da entrada
O bêbado rebola com animação

Uma boa moça tenta ajudar
Conduzindo o homem até um assento
Ele se espreme entre senhoras castas
Que franzem o cenho de aborrecimento

O padre inicia a celebração
Pedindo aos fiéis que repensem a vida
Entre os mudos arrependimentos
O bêbado narra o caso com a bebida

Entenda, Senhor Seu Padre
Que os meus remorsos o vinho retém
Mas só até a terceira dose:
Depois da quarta as confissões já vêm

Como os demais clamam por silêncio
O bêbado resolve dormir um bocado
Nesse meio tempo uma criança chora
E ele desperta ainda mais animado

Na hora do salmo faz fundo de ópera
Aplaude mais forte que o necessário
Reza com um fervor quase convincente
Diz que ensinou o terço ao vigário

Assim prossegue até que acaba a missa
Que é quando decide subir no altar
Agradece a todos a nobre presença
No próximo encontro promete voltar

13 comentários:

  1. Adorei esse poema, fiquei até imaginando o bêbado enquanto lia haha.
    Beijos ♥
    Papos da Kah

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk não sei se era para ele ser divertido, perdão, mas achei esse bêbado um grande alívio cômico.
    Nossa, faz tempo que eu não vou à igreja - desde que abandonei as religiões - e esse texto fez com que eu me lembrasse de um episódio parecido, que aconteceu quando eu era criança.
    Eu também ri naquele dia XD

    ResponderExcluir
  3. srsrsr Boa tarde Lari.. mais uma perfeita poesia.. uma bela visão de como de fato acontece..não esqueço que ano passado fui ao casamento de uma colega de curso e dois cachorros entraram pela porta lateral da igreja para acompanhar a cerimonia.. e quem disse que eles saiam.. ficaram até o fim.. missas eu raramente vou.. muito blá blá blá e um padre me viu de costas com o cabelo solto e achou que eu era uma menina isso com meus 17 anos.. que fimmm..
    bjs e lindo dia poetisa

    ResponderExcluir
  4. Aahuhauahuha, muito bom, Lari!!
    Acho incrível como vc consegue transformar as situações mais banais em poesia... E mais incrível ainda é como tudo fica lindo, perfeito, tudo se encaixa nas palavras perfeitas!
    Mais um texto seu que fica entre os meus favoritos <3
    Beijo!!

    http://penny-lane-blog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Afe DWQHUDHQUW objetivo e limpo, visualizei o bêbado rs Não consigo imaginar uma gafe dessas numa igreja, mas se fosse para eu presenciar, acho que queria ver essa cena aí! rs Muito boa *-*

    Isso aí.
    xoxo
    ugdu :)

    ResponderExcluir
  6. SENSACIONAL poética e hilário! Amei Lari, você tem MUITO talento com poesia, mostre mais desses lindezas pra gente.

    http://www.novaperspectiva.com/

    ResponderExcluir
  7. huashasuhahs' Que poema divertido Lari! Nunca aconteceu isso comigo.
    Foi só inspiração ou aconteceu realmente com você?
    Sel do Jovens Gordinhas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Este poema foi baseado em fatos reais"
      Ahashuash' em partes aconteceu, sim... E a inspiração veio daí!

      Excluir
  8. Amei o poema! Que talento pra rimar... E isso acontece bastante. Outro dia um paciente psiquiátrico entrou lá na igreja e ficou chamando o pastor. Importante saber lidar com essas situações.
    Beijinhos!
    p.s.: resenha de um livro lá no blog <3
    d-atilografando.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Já passei por várias situações parecidas. No começo a gente fica sem graça, mas logo começamos a se olhar, se cutucar e temos que conter o riso. O complicado mesmo deve ser o Padre saber lidar com a situação, sendo interrompido toda hora... No mais, adorei o poema Lari. E concordando com a Rafaela, você tem mesmo um talento e tanto para as rimas. Beijos, Light As The Breeze

    ResponderExcluir
  10. Oiee quanto tempo né? To voltando, chega de ferias rss .. Ficou muito legal o seu poema sabia? Lembrei de uma amiga da época de colegial que tbm tinha este talento... Parabéns!!! beijos coloridos!

    ____(`*•.¸ (`*•.¸ ¸.•*´) ¸.•* )____
    ¦ Blog Dany's Place

    ¦ Tutorial e Dicas

    ¦ Fan Page

    ¦ Instagram

    ResponderExcluir
  11. hahahaha, lembrei de casos em que bebuns entravam na igreja, iam até o pulpito e olhavam a congregação com aquela cara amassada e vermelha. LoL. todo mundo ficava constrangido. e alguém, sentado num dos bancos da frente, ia lá - tirar o homem da frente. essas situações são engraçadas pacas XD. ah, sobre o poema-conto: adorei. e você conseguiu algumas rimas [olha que nem isso eu consigo]. fez bem. fiquei imaginando se a ideia para o texto surgiu da imagem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha, são engraçadas mesmo! A gente meio que tem que se segurar para não destampar a rir no meio da igreja... E quanta à imagem, na verdade ela veio depois do poema: foi pura sorte tê-la encontrado!

      Excluir