O árduo resgate dos pixels memoráveis

Depois que as câmeras digitais tomaram o lugar das analógicas, há alguns anos, um certo ritual do qual eu gostava muito ficou perdido no tempo: o de fotografar momentos felizes na incerteza de poucos cliques... aguardar o dia que o rolo de filme enchesse para revelar todas as fotografias... receber em mãos um envelope grosso com o resultado delas assim que tal dia chegasse... surpreender-se com as poses que foram congeladas para sempre num papel especial... e, por fim, começar a montar um álbum de fotos, cheio de caligrafias descritivas, lembranças e significação.

Agora que vivemos o período do “Momentos Só Valem A Pena Se Alguém Comentar, Curtir Ou Compartilhar” — Era Dos Demasiado Apressados, quando eu puder falo mais sobre ela aqui —, ou as fotos se perdem na timeline de uma rede social qualquer, ou ficam jogadas em pastas mal nomeadas no PC... E foi pensando nessa mudança drástica de tradição que resolvi montar um álbum de fotos de 2008 (época em que adquirimos nossa primeira câmera digital aqui em casa) para cá.

Juro que passei um trabalho razoável selecionando o que valeria a pena ir parar em um álbum, porque:

Obs: o texto estava contido em uma imagem e a imagem, atualmente, está indisponível.

Pois bem. Aqui quero propor um projeto: O árduo resgate dos pixels memoráveis.

Para aderi-lo é bem simples: basta jurar solenemente que você terá paciência de separar fotos relevantes para revelação — evitando o bullying com as que apresentam roupas que saíram de moda e pessoas que saíram de cena , fuçando nas pastas de imagens e histórico das redes sociais. Depois, comprometa-se a ter seu álbum de fotos concreto pronto até o final de julho — lembrando que esta não é uma regra idiota, apenas uma meta pessoal, porque na Era Dos Demasiado Apressados todo tempo julgado precioso é facilmente desperdiçado e, em consequência, nossos desejos só se realizam se forem promovidos a uma lista de prioridades —, esforçando-se para que ele fique repleto de recordações com forma e cor.

Não darei coordenadas para a montagem do álbum porque acho que esta seria uma maneira de limitar a criatividade de cada um. Entretanto, se alguém quiser ter uma ideia do que pretendo para o meu, já adianto que tenho em mente um caderno estilo sketchbook*, imagens reveladas num formato menor, talvez com bordas arredondadas ou com uma falsa borda Polaroid, váááárias descrições com nomes de pessoas e trechos de antigos diários.

[* O asterisco foi para deixar claro que sei a diferença entre um sketchbook e um scrapbook, e usei o nome que parece menos apropriado porque de fato quero um álbum de fotos num caderno que melhor seria destinado para desenhos. Fazer um scrapbook típico, específico para fotografias, é mais complicado, de modo que eu precisaria de mais planejamento e mais enrolação.]

Então é isso. Se minha lâmpada das grandes ideias não queimar antes de julho, mandando essa ideia para o espaço, vou tentar mostrar no Jeito Único a evolução do meu projeto durante as férias assim que estas abençoadas chegarem. Por hora só deixo lançada a campanha, e espero que toda boa criatura que manifeste interesse por ela não deixe de comentar algo relacionado ali na área de comentários e/ou de divulgá-la através de um banner que improvisei para a ocasião:

Obs: banner também indisponível atualmente.

E aí, vamos resgatar nossos pixels memoráveis das pastas mal nomeadas?

13 comentários:

  1. Eu tenho um vício por álbuns. Sério, a cada dois meses, pego minha câmera, vou lá e revelo. Tenho uns 5 ou 6 álbuns. Ah cara, que massa esse projeto ! Vou procurar minhas fotos de época de orkut e vou fazer, com certeza. Que ideia, Lari! ♥

    Beijos ♥ wakin-g.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Esse projeto é bem inovador. É constrangedor quando abrimos aquelas pastas mal nomeadas e as fotografias estão cheias de efeitos nada a ver e com letras na "Comic Sans" com um rosa gritante e escrito em animalês (sim, no meu caso eu criava Orkut para meus animais e fazia eles conversa com "outros animais"). Vou tentar resgatar meus pixels memoráveis das pastas mal nomeadas. Minha vida toda foi fotografada (nasci em 2002), então não será trabalho catar as fotografias da qual eu tinha seis anos. o__o Vou tentar. Boa sorte e que a paciência esteja sempre ao seu favor, haha.
    Beijos || Unlocked Land ❤

    ResponderExcluir
  3. Adorei o novo projeto. Criativo e inovador. Mas, acredita que eu não tenho nenhuma foto salva da época Orkuteira? E também não tenho nenhuma foto que exista á mais de um ano. Que pena, não? Se não fosse por isso, adoraria fazer o projeto.
    Respondi seu e-mail, Lari!
    Um beijo,
    Gabriela, Pequena Senhorita.

    ResponderExcluir
  4. Vou tentar, mas não prometo nada, infelizmente... Compramos a primeira câmera aqui em casa só em 2011, mas são 4 CD's lotados, e pelo menos umas mil e quinhentas fotos... >.< haushaushahs'
    Ah Lari, obrigado mesmo pelo elogio lá no texto, viu? É muito importante saber que você, que é uma inspiração na escrita pra mim, gostou dele. :D
    Sel do Jovens Gordinhas

    ResponderExcluir
  5. Pois é Larissa.. vem as modernidades e se vai muita coisa boa.. a mãe teve que jogar a máquina fora pq não fazem mais filmes.. a máquina foi comprada quando nasci.. sem falar nas fotos do casamento dos meus pais onde faltou luz na igreja e o fotografo fez fotos incriveis na época dando de 100 a zero em muito fotografo com canon e essas frescuras de hj em dia.. bjs e até sempre

    ResponderExcluir
  6. Olá ◕‿◕!
    Sou do blog Clube do Livro, e quero te convidar para fazer parte do Clube do Livro que está rolando em um grupo no Facebook. Se você sempre quis fazer parte de um Clube do Livro, ler um livro determinado dentro do prazo estipulado e depois discutir sobre ele, esse é o lugar certo pra você... eu acho. Vai ser bem divertido! Convide amigos que gostam de livros também, quando atingirmos 20 membros, será iniciado oficialmente o clube do livro. Ok? Ajude a gente :3
    Solicite participação no grupo: https://www.facebook.com/groups/1467813133456096/

    #BeijocasDaSaroca

    ResponderExcluir
  7. ps: Adorei o projeto! vou participar *-*

    ResponderExcluir
  8. Caraca, haha tu comentou das fotos destruídas com efeitos e textos e tal, rs é muito Orkut mesmo. Enfim, não vejo 'treta' entre o digital e analógico, ambas nos trazem uma experiência diferente, mas assumo totalmente que a analógica se destaca pelo fato de dar uma graça única pra fotografia. Uma das câmeras que sou apaixonado é a Yashica FX, ela tem uma graça, um detalhe único na captura das fotografias, que não existiria edição para melhorar a imagem, pois ela é perfeita *-* rs enfim, ah, isso me lembrou o lance da briga de livro digital ou impresso rs mas é papo pro ar.
    Achei sua ideia muito linda, sério sério, mas eu não poderei participar, já não tenho mais fotografias passadas, sou bem desapegado dessas coisas, mas acompanharei sua trajetória, querida :)

    Isso aí!
    xoxoxo

    ResponderExcluir
  9. Oi Lari!
    Eu AMEI a sua ideia, amei de verdade. Tanto que estou com você nessa. Vou colocar o banner no meu blog e participar do projeto. Vai ser legal essa expedição por entre fotos perdidas no meu computador...
    Ah, e eu chorei de rir no seu tópico 2... poxa, era tão frequente ver esse tipo de coisa no orkut... kkkkkkkkk Eu nunca escrevi coisas nas minhas fotos (eu não tinha muitas lá tbm, devido a não ter um celular que tirasse fotos), mas confesso - amargamente - que a fonte das baboseiras escritas no meu perfil era o honorável (só que não) Comic Sans.
    Beijão!!!

    http://penny-lane-blog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. :( É uma pena eu não poder participar... revelar gasta muito (ao menos aqui na minha cidade é meio carinho) e no momento tenho prioridades do tipo: juntar moedinhas pra comprar um not (se pudesse eu rabiscava isso), eu sei, eu sei.. É besta mas é o meu avanço pessoal. Não estou juntando moedas propriamente ditas (mentira, tô sim!), tô juntando meus "salários" de escrava e fazendo algumas mudanças materiais.
    Beijinhoos

    ResponderExcluir
  11. Eu adorei sua ideia! Confesso que fiquei um pouco empolgada (um pouco não, MUITO) e realmente estou pensando em fazer um álbum...
    E eu me comprometo a fazer o máximo possível para que até o final de julho meu queridíssimo álbum esteja pronto!
    Tenho certeza que vai ser difícil, mas como sou fã de desafios vou tentar...
    http://in-acreditaveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Tenho várias pastas de fotos que precisam ser editadas, organizadas e por fim reveladas. O problema é que realizar essas ações sempre me deixou com certo desânimo, já que o número de fotografias é relativamente grande. Portanto, já pode imaginar o quando eu amei a ideia e mais: o quanto eu amei descobrir que não sou só eu que tenho fotos estranhas, com caras estranhas, roupas estranhas e com pessoas mais estranhas ainda. Pessoas das quais acho que nunca mais vi na vida.

    O legal, mesmo, acho que é recordar isso tudo. Escrever atrás das fotos ou em um papel a lembrança que acordou junto com a fotografia. Certamente, assim que der, começarei a organizar todas as fotos e levá-las para a revelação. Quanto ao álbum, ainda preciso de certa inspiração, mas isso certamente é o de menos, e terei tempo o suficiente para pensar em algo realmente legal.

    Amei o projeto e irei o colocar em prática o mais rápido possível. E, assim que tiver um tempo, irei expor o banner e falar sobre o projeto/campanha lá no blog. Beijos, Light As The Breeze

    ResponderExcluir
  13. Fiz um post inspirado no projeto! http://writtendistraction.blogspot.com.br/2014/09/o-arduo-resgate-dos-pixels-memoraveis.html
    Suas ideias são sempre fabulosas, e amo o nome que você dá pra cada coisa ^^ Criatividade é o que não te falta!

    Beijos!
    http://writtendistraction.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir