Passagem para um lugar qualquer da Geoficção

Logo que acabei de ler O Segredo de Chimneys — não me lembro se foi no fim do mês passado ou no início deste , tive a curiosidade de pesquisar sobre um país chamado Herzoslováquia, que funcionou basicamente como um dos eixos da narrativa... O que eu sabia a respeito, até então?

“Somente o que todo mundo sabe. Não é um dos Estados Balcânicos? Rios principais, desconhecidos. Montanhas principais, desconhecidas, mas bastante numerosas. Capital, Ekarest. População, principalmente salteadores. Ocupação principal, assassinar reis e fazer revoluções. Último rei, Nicolau IV, assassinado há cerca de sete anos. Desde então que o país é uma república. No todo, é um lugar dos mais promissores.”

Bem, na verdade essa foi uma resposta do protagonista, Anthony Cade. E, mesmo para uma obra de ficção, soou-me muito realista, levando em consideração a época em que os personagens estão situados e o fato de que alguns países estudados em História tinham lá suas semelhanças com a descrição dada. Mas vamos voltar à parte em que eu afirmei ter feito uma pesquisa rápida na Tia Google sobre o assunto... O que eu descobri é bem simples. Descobri que a Herzoslováquia nunca existiu. Eu poderia puxar para o lado poético da coisa e corrigir-me com algo como “Isso não muda o fato de ela ter sido, de certa forma, fundada na mente brilhante da Agatha Christie para se materializar na mente de qualquer um que tenha um pouco de imaginação”, mas o lance é que eu não vim falar sobre a Herzoslováquia, seus salteadores, suas montanhas numerosas ou seus rios principais desconhecidos. Eu vim falar sobre o assunto que esse assunto puxou: a Geoficção. Oh, céus, por que não temos Geoficção entre as matérias escolares? No lugar de Matemática, Física, ou sei lá?

Vejamos o que a Tia Google, levando-me à Tia Wikipédia, disse-me sobre a Geoficção: um lugar fictício é um local que não existe no mundo material, mas foi criado imaginariamente por um indivíduo ou um grupo. Lugares fictícios podem ser elaborados para um livro, filme, peças, novela, desenho animado, quadrinhos, seriados, jogo ou qualquer outra atividade que envolva criação de ficção. O hobby de criar lugares fictícios e descrevê-los chama-se Geoficção.

Acho que descobri um novo hobby... Ou, ao menos, um nome esquisito para um velho hobby.

Voltando a falar sobre livros, todo mundo já leu sobre um lugar fictício, não é? Atualmente estou lendo sobre a Calormânia, perto dos domínios de Nárnia, mas que está longe de ter os encantos desta. Enfim, muitos de vocês conhecem as crônicas que C.S. Lewis escreveu e entendem o que estou falando. Agora, eu quero saber: se vocês pudessem visitar um lugar da Geoficção, qual escolheriam?

10 comentários:

  1. Eu já li algo sobre Avalon, os três primeiros das Crônicas e os livros da Alice, mas nunca tinha imaginado a Geoficção, parece um mundo extraordinário *-* Eu tinha até começado a achar que Herzoslováquia existia huehaha... Foi meio uma pegadinha. Se eu pudesse visitar, acho que escolheria Oz.

    ResponderExcluir
  2. Olha, é até difícil escolher para onde eu iria, com certeza para Narnia, Wonderland, Westeros talvez (seria meio... arriscado), Nerverland, Oz, e com toda certeza Terabithia! Seria maravilhoso se esse lugares existissem, mas o que vale é acreditar (:
    xoxo

    - Califórnia Girl ♡

    ResponderExcluir
  3. Ah, agora o meu hobbie tem um nome: Geoficção! Eu gosto muito de imaginar lugares que podem ter existido, mas não existem. E também fazer mapas desses criados pelas mentes por trás das minhas histórias favoritas <3 Eu escolheria visitar o C.O.V.A., uma escola para treinamentos de vilões *-*

    Voltei com o ED! {blog-espelhodigital.blogspot.com}

    ResponderExcluir
  4. Difícil dizer, mas acho que iria mais para Narnia, ou Oz, me deixou mais curiosa sobre. Beijãooo! ♥

    http://dallyse.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Adorei o post ♥ incrivel.

    http://himi-tsu.blogspot.com.br/
    https://www.facebook.com/HimitsuBlog?ref=hl
    quer trocar likes? xx

    ResponderExcluir
  6. Uau, adorei a tua pesquisa! Lugares fictícios são demais! Eu já li no Diário da princesa: Genovia hahaha
    Beijinhos <3
    http://www.momentosassim.com/

    ResponderExcluir
  7. Eu tenho As Crônicas de Nárnia volume único, mas tô guardando pra ler nas férias, hehe! :3 Bem, eu queria visitar a Terra Média! Só que Gandalf nunca veio me chamar pra um aventura... :c #chateada -q
    Bjo, Sel ;* | Jovens Gordinhas ♥

    ResponderExcluir
  8. Você falando e eu lembrando dos livros de Games of Thrones e do Senhor dos Anéis, onde a geografia tem uma parcela de importância - por isso, os mapinhas nos livros. Acho muito interessante. É preciso ter certo tato pra descrever a geografia de certos lugares, penso eu.

    ResponderExcluir
  9. Aí está algo do qual partilho. In love pelo post :)) Novo aqui, oi :)

    www.umgoledeutopia.blogspot.com

    ResponderExcluir