Mania de personalizar (versão guarda-roupa) IV

Que eu tenho a mania de sair personalizando tudo por aí, todo mundo já sabe, portanto nem vou me demorar com uma introdução de explicação. O lance é que desta vez eu tentei me envolver mais com peças que pudessem completar meus looks do que com objetos para decorar meu quarto. Daí a “versão guarda-roupa”, generalizando acessórios, roupas e complementos, se alguém quiser saber... 


O colete veio de uma feira de usados que teve numa escola da minha cidade por uns tempos, mas tenho que admitir que até então eu não havia conseguido encaixá-lo em algum look. Primeiro porque, a princípio, ele era meio cafoninha, enfeitado com umas tachas redondas esquisitonas — envoltas por um plástico azul, para completar. Acontece que quando peguei a tesoura e arranquei tudo, o colete acabou ficando “pelado” demais! É, minha vida é um dilema... Tudo bem, depois bastou enfeitar toda a manga direita com spikes cor ouro velho, que eu até tentei mostrar nitidamente para vocês, mas não rolou. Nitidez à parte, deu pra ter uma noção de como ficou, né?


A bolsa foi outro caso... Sabe aquelas festas ocasionais nas quais eles vendem umas “bolsas de improviso” — não, não têm esse nome, mas como costumam durar pouco acho que caiu bem  por um preço incrivelmente barato? Então, há quatro anos eu tinha comprado uma para satisfazer minhas necessidades temporárias — do tipo “preciso de um lugar para carregar livros e cadernos pequenos” , mas, assim que consegui outra melhor, deixei-a para doação. Dias atrás, ao mexer nas coisas da minha mãe, descobri que ela ainda não tinha doado a dita cuja! Sei lá o porquê. Só sei que foi a desculpa perfeita para pegá-la de volta e tentar com ela uma customização bacana...


Comecei retirando os enfeites que estavam na parte da frente (1), fazendo isso com um gosto ainda maior na hora de tirar aquele bolsinho embutido de celular — mesmo se o meu coubesse naquilo, acredite, eu não ia sair com ele exposto assim. Aproveitando a lei de Lavoisier, na qual tudo se transforma, o barbante virou pulseira (2). Eu também quis dar uma reforçada no forro de TNT — "bolsa de improviso", lembram?  com uma sobra de tecido que eu tinha por aqui, como dá pra ver nas fotos 3, 4 e 6. A foto 5 é para mostrar que eu, não satisfeita em apenas pregar tachinhas na bolsa, ainda quis rebocá-las com esmalte preto fosco e auxílio de um palito, de modo que combinassem com a tira de acabamento meio tribal. Ah: saquei que nas primeiras fotos estou com as unhas pintadas e nas outras não. Acontece que personalizei a bolsa por etapas, em dias diferentes.


Eu disse que não gostava de sair com meu celular exposto em bolsos feios por aí, mas isso não significa que eu não goste de deixá-lo protegido — apesar de ele já estar mais riscado que não sei o quê, sabem como é. Por isso comprei o porta-celular da foto, e aproveitando aquilo de que “são os pequenos detalhes que fazem a diferença”, preguei nele uma notinha musical que num passado muito distante foi enfeite de uma calça. É uma boa dica: se você curte esses lances de personalização tanto quanto eu, deixe um espaço para guardar os badulaques que vão sobrando de outras peças, tipo botões, retalhos, fitas, tachas e enfeites em geral, porque uma hora ou outra eles ganham utilidade.

Por hoje é só, môres. Espero que tenham gostado 

19 comentários:

  1. Adorei! Qual é o seu celular? Tenho uma capinha parecida mas ela não cabe, hahaha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. C5-03. Tipo, velho pra caramba, né? Ashaushuahsha' não consigo acompanhar os lançamentos de celular, por isso nem tento mais...

      Excluir
  2. Pergunta: O que fazer para ter coordenção motora e boas ideias para personalizar a vida, como você faz? Inveja branca bateu e ficou!HAHAHAHA Eu não sei nem pintar com lápis de cor direito imagina sair cortanto, colando e costurando! Adorei a ideia da nota e da bolsa que mudou muito.
    Beijos, Mariana Nascimento
    sendopeculiar.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Adorei suas ideias, Lari! A bolsa ficou um graça e o tecido interno é fofo! Eu tenho algumas coisas aqui que deveria dar uma renovada, mas não tenho essa sua criatividade, por isso posts assim são ótimos!
    Beijinhos!
    Anna,
    http://flor-de-vidro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Adorei sua customização eu também adoro mudar minhas coisas, você tem ótimas ideias!
    Beijos

    http://sonhodeoutubro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Menina, tu tem me inspirado, viu? hahaha Agora só me falta perder a preguiça e fazer umas comprinhas no centro para personalizar algumas coisas. Eu fazia isso até o Ensino Médio... Depois os estudos me sugaram e parei com a maior parte dos meus passatempos. Até parei de escrever uma época, acredita?
    Adorei as dicas! Tô doida para começar a personalizar as coisas! Cuide bem desse jeito único teu, viu moça? Beijão! Bom final de semana. E antes, gostaria de dizer que o que você fez com essa bolsa foi tipo "uau". Já pensou em cursar moda? *u*

    Diva Pensante (perfil)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz de estar te inspirando, haha... E acredita que cursar moda realmente já passou pela minha cabeça? É, pois é. O que me fez mudar de ideia é que tem muitos conceitos desse "universo" que não batem com os meus :)

      Excluir
  6. Não entendo como você tem criatividade e paciência pra fazer personalizações tão legais... Adorei a nota musical♥ Deu um toque muito legal.
    Beijos Lari<3
    http://menina-do-sol.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Ah ficou muito bom mas eu ainda preciso me tornar um bom 'personalizador' assim como você.

    garotoimpulsivo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá Lari, nossa como consegue fazer isso? Eu não sirvo para isso hahahah.
    Adorei :) gosto destas coisas, reaproveitar é muito legal. Me lembro destas bolsas hahah, minha irmã tinha!
    Beijos,
    Nati,
    http://nataliascholze.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Também amo personalizar, mas nem sempre fica bom assim, né? Adorei o post.
    cronicasdeumlunatico.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Adorei! Infelizmente não tenho tanta paciência para fazer algo do tipo. Ainda mais quando se trata de roupas! Talvez a culpada não seja a paciência, mas sim o medo de estragar a peça, entende? Enfim, acho que deu para entender que comigo esse tipo de personalização não rola e se porventura acontece, o resultado nunca acaba sendo boa coisa...
    Beijos, Light As The Breeze

    ResponderExcluir
  11. ai, eu queria ter jeito pra essas coisas!
    beijos

    http://www.biancagsnunes.com/

    ResponderExcluir
  12. Incríveis <3 Queria ter tempo/materiais para poder customizar. E talento manual, claro. Sou uma negação! UHAIAUHAU
    Beijos ♥

    Conspirantes

    ResponderExcluir
  13. Pretende fazer que faculdade Lari?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, já passou tanta coisa pela minha cabeça! Jornalismo, letras, arquitetura (desse desisti fácil, porque descobri que usava muita matemática, haha), moda (outra que desisti fácil)... É uma longa lista, mas nesse quesito meu futuro ainda é muito incerto :)

      Excluir
  14. qual a sua câmera? to afim de comprar uma já que só tiro fotos pelo celular! pq vc não grava vídeos? seria sua fã! e a número um! kkk.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Own, obrigada! Não gravo vídeos porque ainda preciso de um tempo para superar minha característica timidez, haha. Minha câmera é uma Sony comum, daquelas compactas e bem simples (mas bem que eu queria ter uma profissional - ou, ao menos, uma semi, rs).

      Excluir
  15. Noossa!! 'o' Eu ainda não acredito que aquela bolsa meio branca seja a mesma marronzinha clara... Sério, quando vi a foto de início, pensei que fossem duas bolsas (completamente) diferentes que você customizou.
    Depois deste post vou sair customizando tudo por aí haha'

    http://propria-mente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir